Home » Sem categoria » Tratamento Homeopático e Farmacinha de Primeiros Socorros

Tratamento Homeopático e Farmacinha de Primeiros Socorros

TRATAMENTO HOMEOPÁTICO

O tratamento homeopático consiste em consultas regulares bimestrais, com o intuito de manter a E.V. equilibrada e, consequentemente maior resistência orgânica, diminuindo a vulnerabilidade para as doenças tanto crônicas quanto agudas, atuando de forma curativa e preventiva.

Essa frequência regular às consultas se deve ao fato da maioria dos medicamentos terem sua ação esgotada a cada 45-60 dias, podendo esse período ser menor, quando nos submetemos a estímulos estressantes.

É frequente ouvir nas consultas que determinado sintoma retornou, passados 45-60 dias da tomada do medicamento. Momento adequado para um novo estímulo medicamentoso.

Quando o ritmo das consultas não se mantém, o tratamento homeopático fica irregular e os resultados insuficientes.

A CONSULTA HOMEOPÁTICA

A consulta homeopática é o momento onde duas ou mais pessoas, no caso médica (o) e clientes, se relacionam segundo a técnica homeopática, buscando um fim terapêutico.

A anamnese homeopática, colheita da história médica e pessoal do cliente, inclui perguntas detalhadas e incomuns nas consultas alopáticas. Costumamos perguntar sobre o sono, os sonhos, os medos, o humor, o apetite, a preferência de sabores, a sede, os horários nos quais os sintomas melhoram ou pioram, as posições que melhoram ou pioram… Enfim, fazemos perguntas buscando a individualidade do sujeito, a sua forma individual, específica, de reagir aos estímulos do meio, pois dessa forma, obteremos um retrato fiel do indivíduo, na sua totalidade sintomática, como um guia para chegarmos à imagem medicamentosa e escolhermos o medicamento mais semelhante àquela pessoa, naquele momento da sua vida. A prescrição poderá ser feita em dose única, ou em doses repetidas, mas sempre de acordo com os ensinamentos de Hahnemann, um medicamento por vez.

Na consulta seguinte, o cliente relata como reagiu ao estímulo medicamentoso; qual sintoma sarou; qual permaneceu e em que frequência e intensidade; se houve retorno de sintoma antigo…, e assim, com a nova lista de sintomas, podemos escolher outro medicamento ou mantermos o mesmo numa outra potência.

O momento da consulta também serve para orientar hábitos de vida e alimentação saudáveis, que não interfiram prejudicialmente na ação do medicamento. Esclarecer dúvidas e informar sobre o tratamento, além de reforçar o vínculo do relacionamento entre médica (o) e cliente.

Entre as consultas, caso ocorra uma intercorrência, ex.: queimadura, mordida de cachorro, picada de insetos ou animais peçonhentos, traumatismos… ou quadros agudos: dor de garganta, de ouvido, vômitos, febres…, deve-se  procurar o médico (a) homeopata o quanto antes, para  a correta orientação medicamentosa, alimentar e cuidados gerais.

Como essas queixas podem surgir a qualquer hora, incluindo fins de semanas e feriados, a farmácia homeopática pode estar fechada. Portanto para as intercorrências, recomendo aos meus clientes providenciar a farmacinha de primeiros socorros.  Trata-se de um kit pré-estabelecido, de 20 medicamentos homeopáticos na potência C6 e em glóbulos. Esses medicamentos devem ser guardados numa cestinha de palha, sem cheiro de tinta ou verniz, longe do alcance das crianças e de tudo que possa inativar o medicamento: luz direta do sol, luz fluorescente, aparelhos eletrodomésticos (TV, ap. de som, computador, geladeira, telefone sem fio, celular…), cheiros fortes (incensos, materiais de limpeza, cosméticos, cânfora, inseticidas…), medicamentos alopáticos.

Sempre que o cliente for viajar, deve levar consigo a farmacinha de primeiros socorros, assegurando os cuidados para a conservação dos medicamentos. Respeitando esses cuidados, a farmacinha manterá a validade por bastante tempo.

FARMACINHA DE PRIMEIROS SOCORROS

Segue uma lista de 20 medicamentos, todos na potência C6, segundo a minha experiência de preferência em glóbulos.

Aconitum napellus

Apis mellifica

 Arnica montana

 Arsenicum album

Belladonna

 Bryonia alba

China officinalis

Chamomilla

 Hypericum perforatum

 Ignatia amara

Kali bichromicum

Kali carbonicum

Lycopodium clavatum

Mercurius solubilis

Nux vomica

Phosphorus

Pulsatilla nigricans

Rhus toxicondendron

Silicea

Sulphur

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>